(Português) Acordos de redução de jornada e salário ou suspensão do contrato de trabalho agora podem ter até 240 dias

14 . October . 2020 |

Sorry, this entry is only available in Brazilian Portuguese. For the sake of viewer convenience, the content is shown below in the alternative language. You may click the link to switch the active language.

Com a publicação hoje (14.10) do Decreto 10.517/2020, foram ampliados para até 240 dias os prazos para os acordos de redução de jornada de trabalho e salário ou de suspensão do contrato de trabalho, com pagamento do Benefício Emergencial de Preservação do Emprego (BEPER) pelo Governo Federal (“Acordos”), na forma da Lei 14.020/2020 (conversão da Medida Provisória 936). Assim, durante o estado de calamidade pública decorrente da pandemia de COVID-19, vigente até 31.12.2020, os prazos para os acordos podem ser os seguintes:

  • Redução de jornada de trabalho e salário – até 240 dias [90 dias (MP e Lei) + 30 dias (Decreto 10.442/2020) + 60 dias (Decreto 10.470/2020) + 60 dias (Decreto 10.517/2020)]
  • Suspensão de contrato de trabalho – até 240 dias [60 dias (MP e Lei) + 60 dias (Decreto10.442/2020) + 60 dias (Decreto 10.470/2020 + 60 dias (Decreto 10.517/2020)) – sendo o mínimo de 10 dias]

Os acordos podem ser feitos por períodos sucessivos ou intercalados, desde que respeitado o prazo máximo de 240 dias na somatória dos acordos e o término até 31.12.2020

Para mais informações, entre em contato:

Fabio Medeiros
fabio.medeiros@ldr.com.br

André Blotta Laza
andre.laza@ldr.com.br

Marina Camargo Aranha
marina.aranha@ldr.com.br

Egon Henrique Albuquerque
egon.albuquerque@ldr.com.br


see all publications