(Português) CVM regulamenta e autoriza o registro dos Fiagro

14 . July . 2021 |

Sorry, this entry is only available in Brazilian Portuguese. For the sake of viewer convenience, the content is shown below in the alternative language. You may click the link to switch the active language.

Foi publicada ontem, terça-feira (13.7), a Resolução CVM nº 39 (“Resolução CVM 39”), que dispõe, de modo temporário e em caráter experimental, sobre o registro dos Fundos de Investimento nas Cadeias Produtivas Agroindustriais (“Fiagro”) na Comissão de Valores Mobiliários (“CVM”), a fim de garantir efetividade aos comandos da Lei 14.130, de 29 de março de 2021 (“Lei 14.030”), responsável pela criação do Fiagro, permitindo a estruturação dos primeiros produtos.

A Resolução CVM 39 autoriza o registro e a constituição imediata dos Fiagro, em três diferentes categorias, observado que o Fiagro deverá adotar nomenclatura específica conforme a categoria em que seu registro de funcionamento seja pleiteado. São elas:

(i) Fiagro – Direitos Creditórios
• Aplica-se, de forma complementar, a Instrução CVM nº 356, de 17 de dezembro de 2001, conforme alterada, que dispõe sobre a constituição e o funcionamento de fundos de investimento em direitos creditórios – FIDC e de fundos de investimento em cotas de fundos de investimento em direitos creditórios – FIC-FIDC;

• Não será admitido o registro de Fiagro-Direitos Creditórios na categoria de fundo de investimento em direitos creditórios não-padronizados – FIDC-NP.

(ii) Fiagro – Imobiliário
• Aplica-se, de forma complementar, a Instrução CVM nº 472, de 31 de outubro de 2008, conforme alterada, que dispõe sobre a constituição, a administração, o funcionamento, a oferta pública de distribuição de cotas e a divulgação de informações dos Fundos de Investimento Imobiliário – FII.

(iii) Fiagro – Participações
• Aplica-se, de forma complementar, a Instrução CVM nº 578, de 30 de agosto de 2016, conforme alterada, que dispõe sobre a constituição, o funcionamento e a administração dos Fundos de Investimento em Participações – FIP.

Em razão da adoção supletiva das instruções aplicáveis aos FIDC, FIP e FII, cada categoria de Fiagro se submeterá aos limites de concentração e diversificação e carteira, ao público-alvo e forma de constituição previstos nas referidas instruções que subsidiam seus respectivos registros de funcionamento.

Por fim, a Resolução 39 atribui a competência para registro e supervisão do Fiagro – Direitos Creditórios e do Fiagro – Imobiliário à Superintendência de Supervisão de Securitização (“SSE”) e, no caso do Fiagro – Participações, à Superintendência de Supervisão de Investidores Institucionais (“SIN”).

A Resolução 39 entra em vigor em 1º de agosto de 2021.

Link para acesso a Resolução 39: http://conteudo.cvm.gov.br/legislacao/resolucoes/resol039.html

Para mais informações, entre em contato com nossa equipe de Mercados Financeiro e de Capitais.


see all publications